sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Alma

Gravei na alma o que me disse a calma.
 Pudera eu entender de calma.
Pois quando vejo sua alma ai sim perco minha calma.
Vou deixando eu aquele meu pudor.
Perco a vergonha fico sem calma meu desejo eleva minha alma.
E lá bem em cima quando teu abraço vem desejo ter calma.
Como se pudesse controlar a alma.
Entrego-me tanto como que por encanto.
Sem sentir meu pranto com o seu encanto.
Vai meu pensamento desejando tanto.
Um só momento entre outros tantos.
Com a alma com a calma.
Alma.
Calma.



  

O fim da bolsa sindicato.

O Imposto sindical criado para sustentar a pelegada foi contestada por uma ADI. A confederação nacional das carreiras tipicas do estado di...