Pular para o conteúdo principal

Tecnologia.


Tecnologia do Grego (Tekne arte técnica ou oficio) e Logos (conjunto de saberes)
 Tecnologia bom penso nela como termo que abrange um conjunto de aplicações e conhecimentos, métodos técnicas que aperfeiçoam o conhecimento cientifico ferramentas utilizadas para aumentar efetivamente a qualidade e a quantidade do que se produz trazendo benefícios a vários segmentos da sociedade implicando também em processos de exclusão por falta de conhecimento e o sucateamento do parque industrial e tecnológico gerando um colapso de todos os segmentos de serviços os quais não acompanham o crescimento e nem suas aplicações envolvidas neste processo de transição seja ele qual for. Desse modo me pergunto qual a forma mais eficaz e menos desigual para implementar as novas tecnologias no mundo de hoje seja ele no Vale do cilício ou em uma oficina de fundo de quintal quais suas aplicações e seus problemas que envolvem desde o desenvolvimento das mesmas como a criação produção treinamento de pessoas e sua implementação em um curto médio ou longo prazo não se esquecendo dos problemas ambientais sociais e culturais decorrentes desta mudança.

Aprendemos a conviver com a tecnologia em si como também com a tecnologia da informação e suas praticas, mas nos esquecemos dos problemas decorrentes da sua aplicação. Daí vem à pergunta o bom uso da tecnologia beneficia as grandes corporações ou a sociedade como um todo. As decorrências da sua utilização criam exclusão de todas as formas. Estas sim poderiam ser evitadas ou ate banidas com o aumento da informação levando mais pessoas a aproveitar do seu bom uso, creio eu que sim. Mas com as barreiras sociais, econômicas e culturais que se levantam devemos retirar e reorganizar este elo para que toda a sociedade possa dar um salto no conhecimento quanto a sua quantidade e qualidade de aprender observando uma melhoria na educação e na sua formação profissional tornando o individuo um ser capaz e auto-suficiente podendo ele mesmo observar as mudanças entorno de si.

Postagens mais visitadas deste blog

Silencie as guerras !

As lagrimas devem parar. 

Esta obra entrará para os anais e menstruais de Sucupira e do país.

Antes da copa depois da copa .
“DUZENTOS E UM milhões em ação, pra frente Brasil do meu coração. [...] De repente é aquela corrente pra frente parece que todo o Brasil deu a mão. Todos unidos na mesma emoção, tudo é um só coração. Todos juntos vamos, pra frente Brasil, salve a seleção.”
Triste sina do brasileiro sem metro , sem ônibus, sem carro, sem bicicleta, sem jumento sem dinheiro no bolso, mas feliz finalmente ela chegou, será que Miguel Gustavo teria a mesma alegria gerada em 1970 para compor está letra. Só mudei a quantidade no inicio me perdoe Miguel. Geralmente gosto de futebol embora nunca tenha sido bom nisso sempre jogava uma pelada de domingo a domingo hoje me coloco como mero espectador sou Curintiano até morrer como fala o povo, mas vou assistir aos jogos da seleção e torcer para que este seja o ano da copa da cozinha da sala dos quartos o povo merece , mas depois da copa como serão usados os estádios o Itaquerão  nem pensar em demolição morro grudado as paredes mas c…

A sexta extinção.

Estudo desenvolvido por cientistas do México e EUA nota que no último século os vertebrados têm estado a desaparecer a um ritmo 114 vezes superior ao do passado.

Podemos concluir com elevado grau de certeza que as taxas de extinção modernas são excepcionalmente altas, que estão a aumentar e que sugerem que está em marcha uma extinção em massa”, dizem os autores da equipa liderada por Gerardo Ceballos, no estudo publicado na Science Advances. Esta será, lembram, a sexta extinção do gênero nos 4,5 mil milhões de anos de história do planeta Terra

“São incontestáveis as provas de que as taxas de extinção recentes não têm precedente na história do homem e são altamente incomuns na história da Terra”, afirmam os autores, acrescentando que a sua análise permite concluir que “a nossa sociedade global começou a destruir outras espécies a um ritmo acelerado, iniciando um episódio de extinção em massa nunca visto em 65 milhões de anos”.
Leia o link abaixo.
http://advances.sciencemag.org/content/1/5…