Fragilidade.



Somos cheios de sonhos fragilizados pelos nossos medos, vivemos entre dois mundos o mundo que sou e o mundo que quero ser poderia falar duas personalidades, mas percebemos que nossa personalidade se coloca entre dois mundos. Um calmo e outro frenético, isso e a vida engarrafada em um corpo onde moram sonhos e pesadelos onde a luz e escuridão onde a amor e ódio onde tentamos o tempo todo achar um ponto de equilíbrio somos frágeis somos dois mundos somos dois caminhos flutuando em um mar carregado de imaginações sem saber onde iremos parar engarrafados boiando a mercê do tempo.

Juvenal.

Postagens mais visitadas