Pular para o conteúdo principal

Um novo caminho a trilhar

As pessoas tem sua forma de viver bastante alterada no decorrer de suas vidas.As praticas usos e costumes sofrem mudanças constantes devido as novas condições de vida em sociedade e à disponibilização de tecnologias que influenciam diretamente na vida do cidadão.Essas mudanças devem ser acompanhadas de extensa reflexão sobre o papel da ciência e da tecnologia na vida da população,principalmente no tange sua aplicação ética. neste contexto devemos promover um questionamento de todos segmentos da sociedade sobre o papel do desenvolvimento que melhor promovera o estilo de vida que a sociedade deve ter. A intenção minha e criar um espaço para que a sociedade civil,possam expor ideias e definir quais os rumos tomar em relação a construção de um modelo socialmente inclusivo.Para que isto seja possível,e importante que a sociedade tenha condições de preparar cidadãos capazes de participar das discussões relativas aos temas propostos de forma a influenciar nas decisões tomadas pela sociedade sobre seu destino afirmo novamente! Este renascer deve acontecer na vida da criança do jovem e de adultos para que possa despertar suas habilidades . A integração das atividades foi acelerada pele revolução tecnologica dos ultimos 20 anos, que tornou a troca de informações quase instantaneas mas cabe a quem tanta informação e para que quais as intenções por tras de tudo isso no tenho minhas ideias quanto a isso o que e real e o que irreal quais os mundos em que vivemos pro que tantos tem e outros não a cultura e o desnvolvimento deve ser levado de forma unica a todos que se pro puserem a buscalos mas falta coerencia e responsabilidade nestas questoes e precizo ser mais serio e menos quantitativo e qualitativo  ou melhor ter qualidades que facilitem o uso destas ferramentas e otimo mas em contra posição não a tanta quantidade de esforços se assim posso dizer do governo para que isso ocorra nem da sociedade civil chega de mesquinharias o povo necessita de soluções objetivas e concretas vamos para de sonhar e por a mão na massa

Postagens mais visitadas deste blog

A sexta extinção.

Estudo desenvolvido por cientistas do México e EUA nota que no último século os vertebrados têm estado a desaparecer a um ritmo 114 vezes superior ao do passado.

Podemos concluir com elevado grau de certeza que as taxas de extinção modernas são excepcionalmente altas, que estão a aumentar e que sugerem que está em marcha uma extinção em massa”, dizem os autores da equipa liderada por Gerardo Ceballos, no estudo publicado na Science Advances. Esta será, lembram, a sexta extinção do gênero nos 4,5 mil milhões de anos de história do planeta Terra

“São incontestáveis as provas de que as taxas de extinção recentes não têm precedente na história do homem e são altamente incomuns na história da Terra”, afirmam os autores, acrescentando que a sua análise permite concluir que “a nossa sociedade global começou a destruir outras espécies a um ritmo acelerado, iniciando um episódio de extinção em massa nunca visto em 65 milhões de anos”.
Leia o link abaixo.
http://advances.sciencemag.org/content/1/5…

To sem tempo, curtindo o verão quem sabe pode ser o ultimo lá baixo no post tem as dês mais do verão Hits muito quentes do ano!

Todos os chefes de Estado do mundo estão convidados para a cúpula ambiental que será realizada em 2012, no Rio de Janeiro, com a meta de definir formas concretas de tornar a economia mundial mais sustentável e menos desigual, disse na quarta-feira o funcionário da ONU (Organização das Nações Unidas) que comanda os preparativos. O evento de junho está sendo considerado o mais importante encontro ambiental internacional em uma geração, marcando os 20 anos da "Cúpula da Terra", realizada no Rio em 1992, e que resultaria em importantes tratados sobre clima e proteção da biodiversidade. As crises financeiras que assolam a Europa e outras regiões desenvolvidas aumentaram a importância da cúpula, por mostrarem que o atual caminho de desenvolvimento é insustentável, disse o subsecretário-geral da ONU para assuntos econômicos e sociais, Sha Zukang. "Nos últimos 20 anos, vimos um desenvolvimento econômico relativamente rápido. Enquanto isso, vimos uma crescente disparidade entre …

Silencie as guerras !

As lagrimas devem parar.