O X da questão!

Esse e o X da questão o Brasil vai ou não vai hoje fiz um breve comentário no Twitter sobre urbanização desorganizada coisa de louco e só dar uma olhada em Sampa para os chegados que você logo vê a falta de estrutura e de moradia e as condições precárias que vivem o povo não da para acreditar Itaquerão, Copa do mundo tanto dinheiro gasto com isto e tanta gente passando apertado, ou melhor, vivendo no aperto e o governo federal, estadual e municipal gastando horrores em construções que irão encarecer mais as áreas em questão e irão beneficiar poucas pessoas ah não me venha com esse papo de criação de empregos e depois cadê os empregos quem ira morar nestes lugares que certamente irão custar o olho da cara gostaria de saber sobre o abandono da população das favelas do desemprego da falta de escolas de hospitais de uma organização dos corredores de ônibus sem falar no preço das passagens e do metro aquele curralzinho ETA coisa de louco ainda colocam uma placa com os dizeres espere a saída para depois entrar na composição e demais da conta falta tudo respeito coesão diretrizes para um novo ano que está para chegar como ficarão as coisas a uma falta de estrutura que leva o povo a morar em qualquer lugar sou da gema morei na Vila alpina trabalhei na Mooca vivi em São Caetano, mas vejo que nada mudou pra que tanto gasto se o povo não vai comprar ingresso para ver os jogos por um acaso quanto irão custar os ingressos para mim já deveria sair de graça pelo gasto e festa que estão fazendo Veja bem... O Corinthians oficializou nesta terça-feira o acordo fechado com a Odebrecht para que a construtora seja a responsável pela construção do Itaquerão, nos moldes exigidos pela FIFA, a fim de possibilitar que o novo estádio receba a abertura da Copa do Mundo de 2014. De acordo com o clube, a obra foi orçada em 820 milhões de reais - como havia adiantado a coluna Radar On-line, de Lauro Jardim. E a copa La vai Calcula-se que o Mundial de Futebol do Brasil consumirá cinco bilhões de dólares, embora as estimativas finais, quando anunciadas, devam prever cifras bem maiores. Foi o que aconteceu nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro. Inicialmente orçados em 500 milhões de reais, estima-se que tenham consumido quatro bilhões de reais. Poucos países podem fazer como os Estados Unidos, que organizaram uma Copa do Mundo (em 1994) e duas Olimpíadas (em 1984 e 1996) sem um centavo de ajuda do erário. Isso porque toda a infra-estrutura estava pronta. Na Alemanha, o setor público (local ou federal) financiou um terço dos dois bilhões de dólares gastos nas obras nos estádios. - como havia adiantado a coluna Radar On-line, de Lauro Jardim

. Olha o retorno As estimativas sobre número de turistas, geração de empregos e impacto do evento sobre o PIB em geral são exageradas. Levantamentos dão conta de que em 1994 os EUA aumentaram em 1,4% o PIB; em 1998, na França, o PIB cresceu 1,3% a mais; em 2002, a Coréia o elevou em 3,1% enquanto o Japão teve decréscimo de 0,3%; e a Alemanha teve 1,7% a mais no PIB em 2006. Mas antes do Mundial da Alemanha, falou-se na criação de 100.000 empregos. Um estudo feito depois do evento contabilizou apenas metade desse total. A Coréia do Sul esperava 500.000 turistas a mais em 2002. Só apareceram 50% deles. Veja.com bom me respondam qual e o X DA QUESTÃO e ainda mais com essa seleção.

Acorda Brasil!

Postagens mais visitadas