Pular para o conteúdo principal

O movimento certo !

Crise faz universidades americanas interessarem-se como nunca pelo Brasil

Escolas dos Estados Unidos estão de olho no potencial académico, nas características sociais e também no poder económico dos brasileiros.


Fonte revista Veja.


A crise e a crises com relação a essa matéria tenho em estima que o mercado tem correspondido quem estuda tem trabalho e quem tem trabalho e experiência tem futuro marcas verdeiramente ignoradas por muitos brasileiros ainda, pois a uma antiga lenda de quer mal informado, mas com dinheiro no bolso da futuro mas quando o dinheiro acaba o que fazer ainda a muitos que não sabem . Por isso e interessante está matéria e também ter este conhecimento, pois na medida em que o Brasil cresce a uma falta de mão de obra especializada em todos os setores e também como diz a matéria com a crise financeira estes países têm buscado fontes externas para suprir a demanda financeira, pois nem só de guerra vivem certos países ainda mais este em questão já era de se esperar, pois o mercado brasileiro tem se mostrado pelo menos até o que sei controlado a não ser pela alta do IPI nós últimos meses que espantaram algumas multi nacionais da Ásia o resto vai bem, mas espero que este belo acontecimento organizado pela FIFA não venha trazer prejuízo ao mercado financeiro em especial o Imobiliário, pois será fato que a onde houver obras haverá um impacto positivo neste setor que já e de longo prazo caro no Brasil a esperança de muitos brasileiros e de crescimento de postos de trabalho, mas o que se fazer depois da Copa estará o Brasil a mercê de um mercado pronto a vender um metro pelo preço da alma espero que não, mas voltando ao assunto em questão estejamos atentos a essa janela aberta pelas Universidades Americanas, pois quanto mais brasileiros puderem e estiverem em loco mais crescimento será esperada, pois já não e o dinheiro que chama a atenção a ainda alguns que pensam em crescimento interno no Brasil, pois o país necessita deste crescimento e teste estudante voltado à pesquisa este pais é e sempre será um pais de boas perspectivas de crescimento. A muito que se fazer a questão da camada pré sal do biodiesel do turismo ecológico e de muitos outros fatores que implicam maior uma responsabilidade do governo federal como sempre digo “Empreender e preciso”, mas com uma boa dose de moderação, pois temos que ser responsáveis com o futuro desta bela nação.

Postagens mais visitadas deste blog

Silencie as guerras !

As lagrimas devem parar. 

Esta obra entrará para os anais e menstruais de Sucupira e do país.

Antes da copa depois da copa .
“DUZENTOS E UM milhões em ação, pra frente Brasil do meu coração. [...] De repente é aquela corrente pra frente parece que todo o Brasil deu a mão. Todos unidos na mesma emoção, tudo é um só coração. Todos juntos vamos, pra frente Brasil, salve a seleção.”
Triste sina do brasileiro sem metro , sem ônibus, sem carro, sem bicicleta, sem jumento sem dinheiro no bolso, mas feliz finalmente ela chegou, será que Miguel Gustavo teria a mesma alegria gerada em 1970 para compor está letra. Só mudei a quantidade no inicio me perdoe Miguel. Geralmente gosto de futebol embora nunca tenha sido bom nisso sempre jogava uma pelada de domingo a domingo hoje me coloco como mero espectador sou Curintiano até morrer como fala o povo, mas vou assistir aos jogos da seleção e torcer para que este seja o ano da copa da cozinha da sala dos quartos o povo merece , mas depois da copa como serão usados os estádios o Itaquerão  nem pensar em demolição morro grudado as paredes mas c…

A sexta extinção.

Estudo desenvolvido por cientistas do México e EUA nota que no último século os vertebrados têm estado a desaparecer a um ritmo 114 vezes superior ao do passado.

Podemos concluir com elevado grau de certeza que as taxas de extinção modernas são excepcionalmente altas, que estão a aumentar e que sugerem que está em marcha uma extinção em massa”, dizem os autores da equipa liderada por Gerardo Ceballos, no estudo publicado na Science Advances. Esta será, lembram, a sexta extinção do gênero nos 4,5 mil milhões de anos de história do planeta Terra

“São incontestáveis as provas de que as taxas de extinção recentes não têm precedente na história do homem e são altamente incomuns na história da Terra”, afirmam os autores, acrescentando que a sua análise permite concluir que “a nossa sociedade global começou a destruir outras espécies a um ritmo acelerado, iniciando um episódio de extinção em massa nunca visto em 65 milhões de anos”.
Leia o link abaixo.
http://advances.sciencemag.org/content/1/5…